segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

MONSTER MASH: Festa no Castelo do Clube dos Monstros





"Good evening!

I was working in the lab late one night
When my eyes beheld an eerie sight
My monster, from its slab, began to rise
And suddenly to my surprise

He did the Mash, he did the Monster Mash
The Monster Mash, and it's a graveyard smash
He did the Mash, it caught on in a flash
He did the Mash, he did the Monster Mash

From my laboratory in the castle east
To the master bedroom, where the vampires feast
The ghouls all came from their humble abodes
To get a jolt from my electrodes

They did the Mash, they did the Monster Mash
The Monster Mash, it was a graveyard smash
They did the Mash, they caught on in a flash
They did the Mash, they did the Monster Mash

The zombies were having fun
The party had just begun
The guests included Wolfman
Dracula, and his son

The scene was rocking, all were digging the sound
Igor on chains, backed by his baying hounds
The Coffin Bangers were about to arrive
With their vocal group, The Crypt Keeper Five

They did the Mash, they played the Monster Mash
The Monster Mash, it was a graveyard smash
They played the Mash, they caught on in a flash
They played the Mash, they played the Monster Mash

Out of his coffin his voice did ring
Seems he was troubled by just one thing
Opened the lid, shook his fist, and said
"Whatever happened to my Transylvania Twist?"

It's now the Mash, it's now the Monster Mash
The Monster Mash, and it's a graveyard smash
It's now the Mash, it caught on in a flash
It's now the Mash, it's now the Monster Mash

Now everything is cool, Drac's a part of the band
My Monster Mash is the hit of the land
For you, the living, this Mash was meant, too
When you get to my door, tell them Only sent you

Then you can Mash, then you can Monster Mash
The Monster Mash, another graveyard smash
Then you can Mash, you'll catch on in a flash
Then you can Mash, you did the Monster Mash

The Monster Mash..."




Os Monstros Clássicos do cinema (Drácula, o Lobisomem, o monstro de Frankenstein, a Múmia viva, a Criatura da Lagoa Negra, o Homem Invisível, o Cientista Louco e seu assistente Corcunda, Mortos-Vivos & cia...) tiveram (quase todos) suas origens na literatura gótica, mas foram eternizados (quase todos...) pelo ciclo de filmes de terror da Universal Pictures nos anos 30 & 40.


Depois de esgotar seus roteiros e ideias para novos monstros (que fizeram enorme sucesso e ajudaram a transformar a pequena produtora em uma gigante do cinema...), os executivos da Universal resolveram que a solução seria colocar vários monstros em um só filme (a fórmula já havia sido experimentada com dois de seus titãs em "Frankenstein Encontra o Lobisomem" de 1943)...




... assim, nasceu " House of Frankenstein" ( A Mansão de Frankenstein,1944) de Erle C. Kenton...



O maluco Dr.Niemman (Boris Karloff) e seu assistente corcunda ( J.Carrol Naish - roubando muitas cenas) fogem da prisão e revivem o Conde Drácula (John Carradine), mas o vampiro sedento apronta das suas e é abandonado à luz do sol para desaparecer.



Nas ruínas do castelo de Frankenstein, eles encontram a criatura (Glenn Strange) e o lobisomem Larry Talbot (Lon Chaney Jr.), preservados nas águas geladas. Niemman derrete os dois e promete encontrar uma cura para a maldição de Talbot . No entanto, ele está mais interessado em reviver o monstro e se vingar de dois ex-associados traidores... 


Tudo fica mais complicado quando surge a bela cigana Ilonka I(Elena Verdugo), objeto de desejo do corcunda Daniel, mas apaixonada por Talbot...



Ilonka acaba matando seu amado depois de transformado, e morre. Daniel se volta contra o Dr., mas é morto pela criatura; que foge carregando Niemman ferido em seus braços, até que os dois são tragados por um poço de areia movediça...





"House of Dracula" (A Casa de Drácula, 1945) de Erle C.Kenton...






 Drácula (John Carradine) procura o sábio dr. Franz Edelman (Onslow Stevens) em busca da cura de seu vampirismo. Também Larry Talbot (Lon Chaney Jr.) desesperado para se livrar da maldição da licantropia, vira paciente do médico. 
Enquanto o vampiro na verdade está de olho em Milizia (Martha O'Driscoll) a bela assistente do médico, o atormentado lobisomem tenta o suicídio quando a primeira tentativa de cura-lo falha...





...ele sobrevive e acaba encontrando o corpo inerte da criatura de Frankenstein (Glenn Strange). Quando Drácula contamina o dr. com seu sangue, transforma-o em uma espécie de Jekyll/Hyde enlouquecido e que decide reviver o monstro...A batalha entra as criaturas é inevitável...




...mas não acontece como prometido: O dr. em seu estado "normal" consegue destruir Drácula, mas seu lado ruim mata sua outra assistente, a corcunda Nina (Jane Adams). Talbot curado, atira e mata o médico enlouquecido, e os habitantes locais e suas tochas colocam fogo no castelo e o monstro falece entre as chamas...




Os maiores sucessos da Universal eram seus filmes de monstros e as comédias da dupla Bud Abbott & Lou Costello; ambos os ciclos já em fase de decadência...então, por que não unir e salvar os dois ao mesmo tempo? Havia um roteiro original( nunca aproveitado) de Curt Siodmak intitulado "O Cérebro de Frankenstein"; alguém então teve a ideia de utilizar o argumento para cumprir esta tarefa. Nasceu assim uma das maiores comedias de terror  de todos os tempos...




"Bud Abbott & Lou Costello Meet Frankenstein" (Abbott e Costello Às Voltas com Fantasmas, 1948) de Charles Barton, com "roteiro original" do profissional Robert Lees.




Chick (Abbott) e Wilbur (Costello) são funcionários de uma transportadora que recebem duas enormes caixas encomendadas pelo Museu do Horror. 



Quando o conteúdo da encomenda desaparece, eles são acusados de roubo.  O que aconteceu foi que o "conteúdo"  de uma das caixas era o Conde Drácula (Bela Lugosi - em sua segunda e última vez na pele do vampiro de Bram Stoker), que acordou e levou a criatura de Frankenstein (Glen Strange, o substituto oficial de Boris Karloff no papel do monstro) para um castelo em uma ilha, onde é recebido pela Doutora Sandra Mornay (Lorene Aubert). 


A investigadora do seguro, Joan Raymond (Jane Randolph) passa a seguir a dupla, fingindo interesse em Wilbur. Wilbur também é assediado pela Doutora Mornay, que na verdade quer atraí-lo para o seu castelo para que seu cérebro seja retirado e colocado na criatura, a mando de Drácula.


 Chick e Wilbur, contudo, recebem a ajuda de Larry Talbot (Lon Chaney jr.), o Lobisomem, que descobriu o plano de Drácula e quer impedi-lo. No final, ainda ganham uma ajudinha do Homem Invisível ( ponta "invisível" de Vincent Price)...



O filme se mostrou um enorme sucesso, revitalizou a imagem das criaturas clássicas do cinema de terror e foi muito influente e imitado. 




A própria dupla de comediantes voltaria a carga encontrando o Homem Invisível (em 1951); o Médico e o Monstro (em 1953) e a Múmia (1955)...



Lou Costello encontra rapidamente a Criatura de Frankenstein e Drácula em um museu de cera no filme "Abbott e Costello Enfrentando o Médico e o Monstro" (1953) de Charles Lamont, com Boris Karloff...



 Um episódio da série de TV "The Colgate Hour" (1953) mostrou Abbott & Costello encontrando o monstro de Frankenstein, a Criatura da Lagoa Negra (o especial foi encomendado pela Universal para divulgar o primeiro filme com o homem-peixe) e mais uma "não-aparição" especial do homem-invisível.



A primeira das muitas imitações e refilmagens não autorizadas de "A&C meet Frankenstein" veio do Egito!!...




"Haran Aleyk" (Ismail Yassin Meets Frankenstein/Shame on You, 1953) de Essa Karama...


...A trama é semelhante, com dois trapalhões (a dupla Abdel & Ismail) que trabalham em uma loja de antiguidades e acabam revivendo um vampiro (que lembra tanto Lugosi, quanto Carradine no papel de Dracula) e o monstro de Frankenstein ( maquiagem semelhante ao trabalho de Jack Pierce, mas feita de papier-mache).




 O vampiro é  tio de uma linda garota que é o amor de  um homem que se transforma em lobisomem. 


O filme é bem produzido para a época e para um país sem tradição em filmes de terror, e é divertido. O problema é o comediante "com cara de borracha"  Ismail, estridente e irritante- uma mistura de  Lou Costello, Jerry Lewis e Sammy Petrillo...

O grupo de comediantes americanos "The Bowery Boys" (leo Gorcey, Hunt Hall & cia) resolveram investir no gênero e aumentar o número de criaturas "monstruosas" em cena...
Em "The Bowery Boys Meet the Monsters" (Os Anjos e os Monstros, 1954) de Edward Bernds (especialista em ficção científica barata e mais tarde diretor de curtas e longas com "Os 3 Patetas") , a atrapalhada gang dos Anjos encontra a família Gravesend em sua mansão assombrada ( que eles pretendem utilizar como parque de diversões para crianças de seu bairro pobre) ...



Lá convivem: Dois cientistas loucos, um mordomo sinistro, um gorila, uma velha que alimenta uma planta carnívora gigante, o robot Gorog e uma vampira...






O roteiro da produção "B" segue os passos de Abbott & Costello, com os cientistas querendo transplantar o cérebro de Slip (Gorcey) no corpo do gorila Cosmos (Steve Calvert), e neste caso, é Sach (Huntz Hall) que acaba transformado em um "lobisomem"...!!!!




CONTINUA...

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

O Rei dos Monstros - Parte 12: Shin Gojira



"Shin Gojira" (Godzilla Resurgence, 2016) de Hideaki Anno (também autor do roteiro) e Shinji Higuchi (também diretor de efeitos especiais visuais, dirigiu anteriormente as duas partes do live-action "Attack on Titan"-2015).
 Toho Pictures/Cine Bazar



* (Atenção: Contém Spoilers!)
-Enquanto a guarda costeira japonesa investiga um iate abandonado na Baía de Tóquio, algo na água ataca seu barco, e passa a se mover para o interior através dos rios.  O vice-ministro do Japão, Rando Yaguchi (Hiroki Hasegawa), está convencido de que o incidente foi causado por uma criatura viva, mas sua teoria é inicialmente descartada.  Uma criatura estranha e gigante emerge, e se move através da cidade, deixando um rastro maciço de destruição e mortes, antes de evoluir para uma criatura de pele avermelhada que retorna ao oceano.



 Yaguchi é colocado no comando de uma força-tarefa para pesquisar a criatura; os EUA enviam uma especialista, Kayoko Ann Patterson (Satomi Ishihara), que revela que um professor de zoologia desonrado, Goro Maki, estudava mutações devido à contaminação radioativa e teorizou a aparição da criatura, mas os EUA o encobriram. O iate abandonado na Baía de Tóquio tinha pertencido a Maki e ele havia deixado suas notas de investigação lá antes de desaparecer.


A criatura, agora chamada Gojira reaparece, agora com duas vezes o seu tamanho original. As Forças Japonesas de Autodefesa são mobilizadas, mas seus ataques não têm efeito sobre Gojira e sofrem grandes baixas.



 Os EUA oferecem sua intervenção em troca de acesso total ao estudo da criatura, e o governo japonês relutantemente concorda. Os bombardeiros enviados pelos EUA atacam Gojira, que ferido, responde com raios atômicos altamente destrutivos disparados de sua boca e nadadeiras dorsais. A batalha destrói uma grande parte de Tóquio, juntamente com os bombardeiros. Depois de esgotar sua energia, Gojira entra em um estado adormecido e fica imóvel.



A equipe de Yaguchi descobre que as barbatanas e o sangue de Gojira funcionam como um sistema de resfriamento, permitindo que teorizem o uso de um agente coagulante, que pode desencadear uma reação e causar o congelamento do monstro. Além disso, após a análise de amostras de tecido, eles descobrem que Gojira é capaz de sobreviver, enquanto o ar e a água estiverem disponíveis, e que a criatura é capaz de reproduzir assexuadamente.



 A ONU, chefiada pelo governo dos EUA, informa ao Japão que vão usar armas termonucleares contra Gojira. Não querendo ver as armas nucleares detonadas no Japão novamente, Patterson e Yaguchi decidem terminar seu plano, mesmo que isso ponha em risco suas carreiras.



 Eles provocam Gojira para que ele use sua respiração atômica até  se esgotar. A equipe então detona explosivos nos prédios próximos, derrubando Gojira e conseguindo assim injetar tanques de coagulante em sua boca. Apesar de muitas pessoas serem mortas no processo, o plano da equipe é bem sucedido e Gojira é congelado. O final ainda reserva uma surpresa...



*Shin Gojira é o 31º filme da franquia do Rei dos monstros, o 29º filme de Godzilla produzido pela Toho e o terceiro reboot do filme original. O título foi escolhido pelos múltiplos significados de "Shin", que tanto pode ser "novo", como "verdadeiro", ou "deus". A inspiração para o filme foi tirada do desastre nuclear de Fukushima; do terremoto e tsunami de 2011, e da situação política do Japão atual. É um filme sério, adulto e político, mas divertido- assim como o original de 1954- com as devidas críticas ao uso de armas atômicas e aos EUA atualizadas. Seu roteiro dispensa humanos super-heroicos; cientistas loucos; adolescentes; triângulos amorosos e dramas familiares, se concentrando em uma batalha científica e política para resolver uma tragédia viva que arrasa o Japão mais uma vez...
Os efeitos especiais são muito bons, e a concepção de Gojira segue inspirada no filme original, incluindo seu movimento pesado, seu "bafo atômico". 



 Shin Gojira foi lançado no Japão em 29 de julho de 2016, e recebeu aclamação da crítica japonesa, e foi um sucesso de bilheteria, tornando-se o filme Live-action japonês de maior bilheteria de 2016,  e a maior bilheteria da franquia japonesa de Godzilla-Gojira...O Rei dos Monstros Ressurge!!!!






quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Mini Monstros : A Segunda Parte!




                                "Estamos de volta!!!!! Hihihihihihihi!!!!"



"Sorority Babes In the Slimeball Bowl-O-Rama" (Imp- O Invasor do Espaço, 1988 de David DeCoteau...



Apesar dom título e releases nacionais, o Imp do título é um pequeno "gênio-da-garrafa-do mal"...neste caso, um gênio aprisionado em um troféu de boliche, e liberado por um bando de nerds.


A criaturinha (chamada "Tio Impie") utiliza o velho expediente de realizar 3 desejos mágicos, para matar e causar confusão entre os jovens...



Cult-trash divertido dos primórdios das produções diretas-para-o vídeo (na época, videocassete...), com as futuras "deusas" Scream Queens Linnea Quigley, Michelle Bauer e Brinke Stevens...




"Elves" (1989) de Jeffrey Mandel



3 Garotas libertam durante um acidentado ritual anti-natal, um primitivo Elfo maligno (um boneco sem movimentos e expressões,criado pelo especialista em animatrônicos Vincent J. Guastini!..e operado por mais de dez pessoas!?!!?!) que começa a aprontar...



...vamos somar a  esta estranha ceia natalina : um grupo de neo-nazistas que quer cruzar o Elfo com uma garota virgem para dar origem a tal de "raça perfeita"; um "papai-noel" desempregado (Dan Haggerty); uma pedra mágica e um avô sinistro...




"Beasties" (1989) de Steven Paul Contreras...



Outro caso de uma produção literalmente sem dinheiro que tentou pegar carona no gênero. Intitulado originalmente "Bionaut", mostra a chegada de alienígenas perigosos em uma área cheia de casais de namorados...



Gore, sexo e monstrinhos do espaço, em um filme trash que só foi distribuído em 1991 (e teria vendido somente 200 cópias em VHS...), sendo relançado a pouco em DVD e assumido ares de cult...




O produtor/diretor Charles Band, cabeça da Empire Pictures, depois Full Moon Entertaiment, tornou-se o maior especialista em pequenos monstros e filmes com bonecos/brinquedos assassinos. Mesmo em produções aonde o assunto principal não eram os monstros em miniatura, ele sempre conseguia colocar algum(ns)...



"Subspecies" (Subspecies- A Geração Vamp, 1990) de Ted Nicolaou, com Produção de Charles Band...


Uma trama sobre a briga de um poderoso clã de vampiros romenos (referências explícitas ao personagem Drácula...), aonde o vilãnesco & Nosferático vampiro Radu Vladislas (Anders Hove), rouba e utiliza a mítica "Pedra de Sangue" para seus fins maquiavélicos! 

Ops! Cadê os monstrinhos??? Bom, uma das armas de Radu são seus mini-escravos (demônios minúsculos criados no filme por uma combinação de efeitos de stop-motion e bonecos), e que apesar de darem nome ao filme (e série...), aparecem pouco...






...Dirigido pelo romeno Nicolaou ( e rodado na terra do Conde Drácula), Subspecies, seus vampiros e seus demoníacos minions, se tornou uma série com mais 3 filmes, um spin-off e uma série de histórias em quadrinhos...











Charles Band continuou com sua obsessão por mini monstros, e entre outros cometeu...

"Hideous!" (Hideous- Criaturas do Mal!, 1997) de Charles Band







"Totem" (1999) de David DeCoteau, produção de Band







"Shrieker" (1998) de David DeCoteau, produção de Band




"Decadent Evil" (2005) de Charles Band





O produtor/diretor mexicano Guillermo del Toro produziu a refilmagem de um pequeno (!) clássico esquecido do gênero: "Don't Be Afraid of the Dark" ( Não tenha Medo do Escuro, 2010) de Troy Nixey...





Recontando história do telefilme de 1973 ( ver primeira parte)...os homunculus, gremlins, minions, gnomos maus, demônios/aliens/monstros em miniatura...VIVEM!!!!!!